Estresse, a realidade e o desafio do professor contemporâneo

Stress, the reality and the challenge of the contemporary teacher

Autores

  • Gabriel César Dias Lopes

DOI:

https://doi.org/10.53504/cpahjv1n5-005

Palavras-chave:

Estresse, Capitalismo, Saúde, Trabalhador, Professor,

Resumo

A incidência do estresse segue os passos de um processo produtivo que numa análise geral da questão é a motivadora do quadro de saúde precária do trabalhador no país Para  a compreensão da relação saúde/trabalho e do trabalho docente em um contexto neoliberal e dos seus efeitos, esse artigo busca  compreender a semântica da terminologia estresse, a trajetória deste no contexto das doenças ocupacionais no capitalismo neoliberal e  enfim a situação do professor que exigido em excelência se depara com situações onde o nível de estresse ocupacional e de outras doenças geradas a partir dele. A situação atual do trabalho e da saúde do trabalhador em educação nos moldes do capitalismo mundial e mais especificamente no Brasil, destaca a necessidade de uma pesquisa acerca da trajetória da exploração do trabalho que, independente dos processos produtivos que marcaram a história econômica do país. Os teóricos aqui reportados são Edgar Morin, Pedro Demo, Fritjof Capra, GyorgyLuckács,Carlos Minayo-Gomez,Michel Foucault entre outros

Referências

ACURCIO, Francisco de Assis. Evolução Histórica das Políticas de Saúde no Brasil. Art. www.farmacia.ufrug.br/cespmed/text1htm .Disponivelem 16 de março de 2015,

ARAÚJO, Giovanni Moraes de. Normas regulamentadoras comentadas: legislação de segurança e saúde no trabalho. 6. ed. rev. ampl. atual. Rio de Janeiro: GVC, 2007, 1196 p.

ANTUNES, R. As novas formas de acumulação de capital e as formas contemporâneas de estranhamento (alienação). Caderno CRH, Salvador/Ba, n. 37, p. 23-45, jul./dez. 2002

BRANT, L. C.; MINAYO-GOMEZ, C. O sofrimento e seus destinos na gestão do trabalho.Ciência& Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 4, p. 939-952, out./dez. 2005.

CAPRA, Fritjof; A Teia da Vida; Ed. Cultrix; 1997

CARDELLA, Benedito. Segurança no trabalho e prevenção de acidentes: uma abordagem holística. São Paulo: Atlas, 2008. 254 p.

CLARKSON, Petruska, Como Ultrapassar o Medo de Falhar, Portugal, Publicações Europa América.1998.

CODO, Wanderley e SAMPAIO, José Jackson Coelho (orgs.). Sofrimento psíquico nas organizações: saúde mental e trabalho. Petrópolis: Vozes, 1995.

DEJOURS, C. A loucura do trabalho - estudo de psicologia do trabalho. São Paulo: Oboré/Cortez, 1987. 163 p.

DEMO, Pedro. A pobreza da pobreza. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2003.

FALEIROS, Vicente de Paula. A Política Social do Estado Capitalista: As funções da Previdência e Assistências Sociais. S. P. Cortez. 1995

FRANÇA, Ana Cristina Limongi.Stress e Trabalho - Uma Abordagem Psicossomática. São Paulo. 4ª. Ed. Ed. Atlas. 2005.

FREITAS, C.E.S. Trabalho estranhado em professores do ensino particular em Salvador em um contexto neoliberal. Tese de Doutorado apresentada ao Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília. Brasília: UnB, 2005.A, Gustavo Filipe Barbosa (Org.). Segurança e medicina do trabalho: legislação. 3. ed. rev. atual. ampl. São Paulo: Gen, 2010. 848 p.

GARCIA, Gustavo Filipe Barbosa. Meio ambiente do trabalho: direito, segurança e medicina do trabalho. São Paulo: Método, 2006. 144 p.

GONÇALVES, Ligia Bianchi; CRUZ, Vania MassambaniCorazza. Segurança e medicina do trabalho. São Paulo: Cenofisco, 2010. 732 p.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 4ªed. SP: Cortez, 2004.

KRUMM, Diane. Psicologia do Trabalho. LTC Editora, 2005.

LIMONGUI-FRANÇA, A.C. Qualidade de vida no trabalho-QVT: conceitos e práticas nas empresas da sociedade pós-industrial, 2 ed. São Paulo, Atlas, 2004.

LIPP, M.N. Como enfrentar o Stress. 4.ed. São Paulo: Editora Ícone, 1999. 91 p.

________. O stress está dentro de você. São Paulo: Contexto; 1999.

________. M.N O stress. São Paulo: Contexto; 2000.

LUKÁCS, G. As bases ontológicas do pensamento e da atividade do homem.In:______.Temas de ciências humanas. São Paulo: LECH, 1978. p. 01-20.

MATTOS.Luiz Fernando Bimbatti,A jornada de trabalho dos professores celetistas.http://www.fiscosoft.com.br/a/69px/a-jornada-de-trabalho-dos-professores-celetistas-luiz-fernando-bimbatti-mattosDisponivel em 26 de março de 2015.

MASCI CB. Stress no trabalho: um desafio à medicina moderna. RevBrasClínTerap 1988; 3:89- 94.

MINAYO Gomez C, MACHADO JMH, PENA PGL, organizadores. Saúde do Trabalhador na Sociedade Brasileira Contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2011.

__________, C.; THEDIM-COSTA, S. M. F. A construção do campo da saúde do trabalhador: perspectivas e dilemas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 13, p. 21-32, 1997. Suplemento 2. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/esp/v13s2/1361.pdf>. Acesso em: 15 março 2015.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: A. Nóvoa (org.). Os professores e sua formação. Lisboa: Nova Enciclopédia, 1992.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT). Enciclopédia de Salud y Seguridad em el Trabajo. Espanha: Ministério de Trabajo y Assuntos Sociales, 1998. v. 3.Disponível em: www.mtas.es/insht/encoit/pdf/tomo3/82.pdf Acesso em: 05 março.2015.

PEREIRA. Nilton Bezerra. A lei do piso e a jornada do profesor. Disponivel em www.jus.com.br/artigos/21145/a-lei-do-piso-e-a-jornada-do-professor#ixzz3ViyG6zQ2 Acesso em 26 de março de 2015.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da Educação no Brasil. 13.ªedição - Petrópolis: Vozes, 1991.

SHIBUYA, Cecilia. Como lidar com o estresse no trabalho. São Paulo.2003.

SILVA, Alessandra Rosa. A formação do Professor. 2009

SILVA, E.S. Crise, trabalho e saúde mental no Brasil. São Paulo. 1986

UVA A. Sousa(2011) Trabalhadores saudáveis e seguros em locais de trabalho saudáveis e seguros. Lisboa: Petrica Editores, março de 2011, 80 pp isbn:978-989-95823-5-4.

ZARAGOZA, J. M. E. O mal-estar docente: a sala de aula e a saúde dos professores. Tradução: Durley de Carvalho Cavicchia. 3ª ed., Bauru: Edusc, 1999.

Relatório da 10a Conferência Nacional de Saúde. Saúde, Cidadania e Políticas Públicas. Art. www.datasus.gov.br/cns/REL10/1-SAÙDE.html

Downloads

Publicado

2021-10-05