Do trânsito, da violência e da lei: reflexões sobre o comportamento humano

Traffic, violence, and the law: reflections on human behavior

Autores

  • Gabriel César Dias Lopes

DOI:

https://doi.org/10.53504/cpahjv1n5-007

Palavras-chave:

Comportamento, Motorista, Trânsito.

Resumo

Este artigo discute em uma pesquisa bibliográfica dentro de uma perspectiva da psicologia e direito ambiental  os aspectos comportamentais do motorista no trânsito, privilegiando a demanda crescente da população condutora e os aspectos de status e poder conferidos pela posse de um veículo em todo o mundo e especificamente no Brasil, onde as demandas do capitalismo fazem oscilar o status quo do indivíduo, fazendo com que o veículo móvel, motocicleta e automóvel realmente passem a representar uma extensão da ideia de poder e riqueza e fazendo do país um dos campeões mundiais em incidentes e mortalidades oriundas dos acidentes em trânsito. Reflete-se aqui, portanto a influência e extensão da máquina sobre a personalidade humana, e o desdobramento desse fato em aspectos de convivência social e legal.

Referências

ABREU, Angela Maria Mendes, et al.O impacto do álcool na mortalidade em acidentes de trânsito: uma questão de saúde pública. Esc Anna Nery R Enferm 2006 abr; 10 (1): 87 - 94. Disponível http://www.scielo.br/pdf/ean/v10n1/v10n1a11.pdf. Acesso em 10 de novembro de 2018.

ABREU, Débora Regina de Oliveira et al. Impacto do Código de Trânsito Brasileiro e da Lei Seca na mortalidade por acidentes de trânsito. Cad. Saúde Pública 2018; 34(8):e00122117 Disponível em http://www.scielo.br/pdf/csp/v34n8/1678-4464-csp-34-08-e00122117.pdf. Acesso em 14 de novembro de 2018.

BRASIL. AGÊNCIA SENADO. Disponível em www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/motos/brasil/o-aumento-do- numero-de-vitimas-e-mortes-de-motociclistas-por-causa-de-mais-acidentes-de-transito-com- motocicletas-em-cidades-do-interior-do-pais.aspx. Acesso 12 de novembro de 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Regulamento Técnico dos Sistemas Estaduais de Urgência e Emergência. Portaria nº 2.048/GM de 05 de novembro de 2002. Disponível em <: www.saude.gov.br&gt Acesso em: 02 novembro, 2018.

COSTA, M. J.; MANGUEIRA, J. O. Perfil epidemiológico de ocorrências no trânsito no Brasil Revisão Integrativa. S A N A R E, v. 13, n. 2, p.110- 116, 2014.

DIJK. T. A. Van. Discurso e Poder. Org. Judith Hoffnagel, Karina Falcone — São Paulo: Contexto. 2008.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Trad.: Laura Fraga de Almeida Sampaio – 18ªed. - São Paulo: Loyola. 2009.

GREGOLIN, Maria do Rosário. Foucault e Pêcheux na análise do discurso- diálogos & duelos. 2ªed. São Carlos, SP: Claraluz.2006.

HOFFMANN, M. H., CRUZ, R. M. & ALCHIERI, J. C. Comportamento humano no trânsito. São Paulo: Casa do Psicólogo. 2003.

HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo: história, teoria, ficção. Trad. Ricardo Cruz ― Rio de Janeiro: Imago Ed.1991.

MALTA, D. C.; MASCARENHA, M. D.; BERNAL, R. T.; PEREIRA, C.; MINAYO, M. C.; MORAIS, O. L. Análise das ocorrências das lesões no trânsito e fatores relacionados segundo resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) – Brasil, 2008. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, n. 9, p. 3679-3687, 2011.

MIRANDA José de http://www.apocalipsemotorizado.net/2007/05/24/carro-poder-e-violencia/ Disponível em 01 de junho de 2012.

BRASIL. DETRAN. PORTAL DO TRANSITO. Disponível em http://www.detran.ba.gov.br/noticias/2017-12- 01/mais-de-r-52-bi-sao-gastos-com-acidentes-de-transito-no-pais. Acesso em novembro de 2018.

ROZESTRATEN. R. J. A. Novos caminhos para a psicologia do trânsito. Rev. Psicologia Ciência e Profissão, 20(4), 80-85. 2003

SABOYA Patrícia. http://www.dicionarioinformal.com.br/status/ Disponível em 02 de junho de 2012.

SARAMAGO, José. A caverna. São Paulo: Companhia das Letras.2000.

SILVA, Fabíola Garcia da; DAGOSTIN, Carla Giovana. A relevância de produzir conhecimento social e científico sobre o comportamento humano no trânsito. Estud. psicol. (Natal), Natal, v. 11, n. 1, abr. 2006. Disponible em www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413294X2006000100014&lng=es&nrm=iso Acessp em 02 jun. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2006000100014

TOMBINI. Nelson Antonio. Carro: poder, virilidade e falta de educação. http://abetran.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1045&Itemid=2 Disponivel em 02 de junho de 2018.

Publicado

2021-10-06