Deficiências físicas: barreiras na aprendizagem e adaptações do ambiente acadêmico

Physical disabilities: barriers to learning and adaptations to the academic environment

Autores

  • Eliene Germana Pires

DOI:

https://doi.org/10.53504/cpahjv1n5-010

Palavras-chave:

processo ensino-aprendizagem, deficiência física, barreiras físicas, atitudinais e de comunicação.

Resumo

Esta pesquisa identificou que as principais barreiras na aprendizagem dos alunos deficientes físicos são: físicas, atitudinais e de comunicação em razão de muitas escolas ainda não contarem com estruturas físicas adaptadas e profissionais capacitados para lidar com deficiências diversas. Notou-se que há a necessidade de adaptações do ambiente acadêmico para superar as barreiras que interferem no processo de ensino-aprendizagem do acadêmico com deficiência física tais como: construção de rampas de acessos, banheiros para cadeirantes, contratação de redução do preconceito e tecnologias assistivas. Mediante uma pesquisa descritiva que teve o questionário, mediado por uma entrevista, como instrumento de coleta de dados, notou-se que o não oferecimento de condições de acesso, permanência, sucesso e garantia do padrão de qualidade desse processo incidem sobre as dificuldades de aprendizagem, nas notas baixas e no processo de interação destes alunos. Este trabalho serviu de norte para a eliminação de barreiras físicas, atitudinais e de comunicação da aprendizagem da pessoa com deficiência.

Referências

CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. O capital humano das organizações; São Paulo, editora Campus, 2009.

HALL DMB. Commentary. Arch Dis Child 1995.

JONSSON, Ture. De lá educacion tradicional a La inclusiva: um câmbio de prácticas. In Marcha, Bruzelas, Revista Presença Pedagógica n. maio, p. 6, 1994.

MACIEL, Maria Regina Cazzaniga. Portadores de deficiência: a questão da inclusão social. São Paulo Perspec. [online]. 2000, vol.14, n.2, pp.51-56. ISSN 0102-8839.

MARTINS, J. A.; BARSAGLINI, R. A. Aspectos da identidade na experiência da deficiência física: um olhar socioantropológico. Interface - Comunic., Saude, Educ, 2011. Disponível em < www.scielo.br/pdf/icse/2010nahead/aop4110.pdf> Acesso em 17 set. 2016.

ROSA, B. Aprendendo na diversidade: Implicações educativas. Foz do Iguaçu: 2003.

SALAMANCA, Declaração de. Conferência mundial sobre necessidades educativas especiais. Salamanca, 7 a 10 de junho de 1994. Paris: Éditions du Seuil, 1997.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro, WVA, 1997.

SIQUEIRA, Fernando Carlos Vinholes et al. Barreiras arquitetônicas a idosos e portadores de deficiência física: um estudo epidemiológico da estrutura física das unidades básicas de saúde em sete estados do Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.1.

STAINBACK, Susan e STAINBACK, Wilian. Inclusão: Um Guia para Educadores. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. O capital humano das organizações; São Paulo, editora Campus, 2009.

HALL DMB. Commentary. Arch Dis Child 1995.

JONSSON, Ture. De lá educacion tradicional a La inclusiva: um câmbio de prácticas. In Marcha, Bruzelas, Revista Presença Pedagógica n. maio, p. 6, 1994.

MACIEL, Maria Regina Cazzaniga. Portadores de deficiência: a questão da inclusão social. São Paulo Perspec. [online]. 2000, vol.14, n.2, pp.51-56. ISSN 0102-8839.

MARTINS, J. A.; BARSAGLINI, R. A. Aspectos da identidade na experiência da deficiência física: um olhar socioantropológico. Interface - Comunic., Saude, Educ, 2011. Disponível em < www.scielo.br/pdf/icse/2010nahead/aop4110.pdf> Acesso em 17 set. 2016.

ROSA, B. Aprendendo na diversidade: Implicações educativas. Foz do Iguaçu: 2003.

SALAMANCA, Declaração de. Conferência mundial sobre necessidades educativas especiais. Salamanca, 7 a 10 de junho de 1994. Paris: Éditions du Seuil, 1997.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro, WVA, 1997.

SIQUEIRA, Fernando Carlos Vinholes et al. Barreiras arquitetônicas a idosos e portadores de deficiência física: um estudo epidemiológico da estrutura física das unidades básicas de saúde em sete estados do Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.1.

STAINBACK, Susan e STAINBACK, Wilian. Inclusão: Um Guia para Educadores. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

Publicado

2021-10-06